Blog Clube do Zero - Saúde, receitas e qualidade de vida para quem tem restrições alimentares

Nosso Blog

Entrevista com o Chef Guga Rossi

O Chef Guga Rossi (projeto Fat ao Fit, participante de vários programas de TV e consultor de restaurantes vegetarianos pelo Brasil) e sua amada Juliana comemoram seis anos de namoro em viagem aos EUA e rolou até pedido de casamento!! Na entrevista com o Clube, falaram sobre hábitos alimentares e a rotina do casal. Ficou curioso? Continua lendo!

 

CDZ: Qual foi a inspiração do Guga para começar a cozinhar?

 

GR: Minha família sempre cozinhou, então desde cedo a comida era algo familiar para mim. Ao terminar minha faculdade de educação física, resolvi viajar pelo mundo e tive contato com muitos chefes famosos. Juntei minha aptidão com aquele mundo que aprendi a gostar e respeitar.

 

CDZ: Contem para nós! Qual a comida preferida de cada um?!

 

GR: Sou muito fã de carnes, amo carne. Mas diminui muito o consumo por questão de consciência mesmo.

J: Amo risotos, meus preferidos são os de camarão ou salmão com molho de alcaparras. Também adoro comida com abobrinha e berinjela.

 

CDZ: O Guga tem uma grande preocupação com o conceito de alimentação correta, qual a principal mensagem que ele quer passar através de suas criações?

 

GR: Sempre fui muito esportista e a Jú era o oposto. Procurei mostrar para ela que é possível ser fit comendo coisas gostosas e ter várias alternativas na alimentação.

J: Eu tive uma crise muito séria de labirintite e percebemos que era algo que tinha que mudar. O Guga me ajudou muito nessa fase.

 

CDZ: Vocês têm algum alimento proibido na dieta de vocês?

 

GR: Não costumo me proibir de nenhum alimento, porém é preciso manter sempre o equilíbrio.

J: Eu costumo brincar que tenho uma lei: Refrigerante,nem pensar!

 

CDZ: Ju, você nos contou que emagreceu 20kg  com a dieta do Guga. Como foi o processo?

 

J: Foram várias etapas, foram 3 meses de muito rigor e foco na dieta com proteína. Eu não deixei de comer nada, porém cortei a bebida alcoólica da minha vida. Tive que tomar vergonha na cara, pois eu tinha 34 anos e minha saúde estava muito debilitada. Não era só estética, era interno eu estava muito prejudicada.

 

CDZ: Atualmente estão nos EUA, como vocês fazem para evitar as tentações e seguir forte na alimentação correta?

 

J: As pessoas acreditam que aqui nos EUA a alimentação é muito gordurosa, e é mesmo! Porém estamos abusando do supermercado. Almoçamos sempre salada ceaser, frutas e muita água! As caminhadas pelo parque ajudam e muito também

 

CDZ: Ju…o Guga te conquistou pelo estômago? Conte para nós… Qual foi o prato que fez você se apaixonar?

 

J: Por conta da minha profissão de jornalista sempre fui acostumada a comer em lugares muito bons. No começo do nosso namoro, o Guga tinha acabado de chegar ao Brasil e precisava economizar, a saída foi preparar nossos jantares…rs. Estava em uma fase que tudo tinha que ter berinjela…E ele criava uma coisa mais gostosa que a outra.

 

CDZ: Qual a linha de raciocínio na hora de elaborar um prato, Guga?

 

G: Nas minhas criações, sempre o equilíbrio é a palavra de ordem, precisa ter proteína, carboidrato e vegetais e sempre na medida da mão. Sempre apresento alternativas no lugar do sal, através de temperos e sabores mais saudáveis.

 

CDZ: Qual a dica que Guga pode dar para pessoas com intolerância alimentar na hora de escolher uma alimentação?

 

GR: Antes de mais nada, é importantíssimo passar no endócrino ou nutricionista, para ver qual a intolerância e o tipo dela, pois às vezes a pessoa não pode comer de jeito nenhum. É preciso saber exatamente o que ela tem. Depois disso, começa a parte de substituir e avaliar outras alternativas para suprir certos nutrientes.

 

CDZ: Matando a curiosidade.. .Como é a rotina alimentar de vocês?

 

J: Temos uma rotina alimentar bem organizada, com muito foco em nossos objetivos! Durante a semana somos bem rígidos, de manhã são proteínas, no almoço um pouco de carboidrato e de tarde pegamos bem leve e nada de bebida! No final de semana, escolhemos o sábado ou o domingo para “abusar” um pouquinho.

De vez em quando realizamos um detox também, por exemplo na volta da viagem vamos passar 15 dias “limpando” tudo que pudemos ter comido de errado por aqui.

 

CDZ: Vocês acreditam que um casal unido também na forma de se alimentar é capaz de alcançar os objetivos com mais eficácia?

GR: Com certeza!

J: Sim, eu teria me prejudicado demais pois ele cozinha muito bem… rsrsrsr. Então precisamos estar na mesma filosofia, para manter o foco e o objetivo da dieta a ser seguida.

 

Acompanhe o Chef Guga nas redes:

Facebook e Blog.